Facebook   Twitter
  • Estamos onde é NECESSÁRIO
  • Serviço Municipal de Proteção Civil

    Serviço Municipal de Proteção Civil

  • Sempre Presentes
  • Queremos que chegue ao SEU DESTINO
  • Conheça MELHOR o Serviço Municipal de Proteção Civil - LAMEGO
  • Sempre pela SUA SEGURANÇA
  • Estamos ao Serviço da POPULAÇÃO
  • OPERAÇÕES DE EMERGÊNCIA
  • nas SITUAÇÕES MAIS DIFÍCEIS
  • Estamos onde é NECESSÁRIO
  • Home

Lamego começa na próxima terça-feira a plantar 1 milhão de árvores

Na próxima terça-feira, 6 de fevereiro, a Câmara Municipal de Lamego vai dar o pontapé de saída na ambiciosa meta de plantar um milhão de árvores no seu território durante os próximos cinco anos. A partir das 14h30, na Serra das Meadas, junto à antiga Casa Florestal será feita a apresentação pública do projeto  "Um milhão de árvores para salvar o clima”, seguida da plantação simbólica de algumas árvores pelo Presidente da autarquia, Ângelo Moura, e por alunos do ensino secundário do concelho.

O projeto “Um milhão de árvores por município para salvar o clima” é um esforço planeado e coordenado pela Quercus - Associação Nacional de Conservação da Natureza, com a colaboração e empenho dos municípios, freguesias e baldios dos respetivos concelhos. Lamego é o segundo município do país a aderir a esta iniciativa ambiental com o objetivo de contribuir para um correto ordenamento florestal do território nacional, contando com a cooperação da Junta de Freguesia de Lamego. 

Proteja a sua casa - Limpe os terrenos até 15 de março

Até 15 de março não se esqueça de realizar a limpeza dos terrenos e executar as faixas de proteção das edificações.

Lembre-se que, de acordo com:

· ​A Lei do Orçamento de Esta​do, os proprietários florestais devem realizar a limpeza de uma faixa, não inferior a 50 metros de largura, em redor das habitações, estaleiros, armazéns e outras edificações inseridas nos espaços rurais.

· ​O Decreto-Lei n.º 124/2006, de 28 de junho, na sua atual redação, determina a limpeza de uma faixa, não inferior a 100 metros de largura, em redor dos aglomerados populacionais, parques e polígonos industriais, aterros sanitários (definidos no Plano Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios), bem como a limpeza de uma faixa não inferior a 10 metros para um lado e outro da rede viária.

Saiba como preparar-se para o efeito, consultando aqui as publicações do Instituto da Conservação da Natureza e da Floresta.

Fonte: ANPC

Usamos próprios e cookies de terceiros para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar considera aceitar a nossa política de cookies. Política de Privacidade