Facebook   Twitter
BANNER COVID
  • Home

Aviso à População n.º 07/2020 | PERIGO DE INCÊNDIO RURAL - Declaração de Situação de Alerta

aviso populaProibição total da utilização de fogo-de-artifício ou outros artefactos pirotécnicos, independentemente da sua forma de combustão, bem como a suspensão das autorizações que tenham sido emitidas

Situação Meteorológica: 

De acordo com a informação disponibilizada pelo IPMA, para os próximos dias, destaca-se a persistência de tempo quente e seco, com intensificação do vento nas terras altas

Efeitos Expectáveis:

Aumento gradual do risco de incêndio em especial nas regiões Norte e Centro. Aumento das dificuldades de supressão dos incêndios rurais.

Medidas Preventivas e de Autoproteção:

O Serviço Municipal de Proteção Civil de Lamego recorda que no âmbito da prorrogação da declaração de situação de alerta que vigorará até às 23h59 de 13 de setembro de 2020, determina-se a adoção das seguintes medidas, de caráter excecional:

a) Proibição do acesso, circulação e permanência no interior dos espaços florestais, previamente definidos nos planos municipais de defesa da floresta contra incêndios, bem como nos caminhos florestais, caminhos rurais e outras vias que os atravessem, com as exceções previstas no artigo 23.º do Decreto-Lei n.º 124/2006, de 28 de junho, na sua atual redação, nomeadamente o acesso, a circulação e a permanência de residentes permanentes ou temporários e de pessoas que ali exerçam atividade profissional;

b) Proibição da realização de queimadas e de queimas de sobrantes de exploração;

c) Proibição de realização de trabalhos nos espaços florestais com recurso a qualquer tipo de maquinaria, com exceção dos associados a situações de combate a incêndios rurais;

d) Proibição de realização de trabalhos nos demais espaços rurais com recurso a motorroçadoras de lâminas ou discos metálicos, corta-matos, destroçadores e máquinas com lâminas ou pá frontal;

e) Proibição da utilização de fogo-de-artifício ou outros artefactos pirotécnicos, independentemente da sua forma de combustão, bem como a suspensão das autorizações que tenham sido emitidas;

f) Prática de atividades venatórias.

A proibição prevista nas alíneas c) e d) do número anterior não abrange: 

a) Os trabalhos associados à alimentação e abeberamento de animais, ao tratamento fitossanitário ou de fertilização, regas, podas, colheita e transporte de culturas agrícolas, desde que as mesmas sejam de carácter essencial e inadiável e se desenvolvam em zonas de regadio ou desprovidas de florestas, matas ou materiais inflamáveis, e das quais não decorra perigo de ignição;

b) A extração de cortiça por métodos manuais e a extração (cresta) de mel, desde que realizada sem recurso a métodos de fumigação obtidos por material incandescente ou gerador de temperatura;

c) Os trabalhos de construção civil, desde que inadiáveis e que sejam adotadas as adequadas medidas de mitigação de risco de incêndio rural. 

O SMPC recomenda a adequação dos comportamentos e atitudes face à situação de perigo de incêndio rural, nomeadamente através da adoção das necessárias medidas de prevenção e precaução, na utilização do fogo em espaços rurais, observando as restrições em vigor e tomando especial atenção à evolução do perigo de incêndio para os próximos dias, disponível junto dos sítios da internet da ANEPC e do IPMA, junto do Gabinete Técnico Florestal da Câmara Municipal e do Corpo de Bombeiros.

 

Acompanhe a evolução do perigo de incêndio para os próximos dias, disponível nos sítios da internet do IPMA e do ICNF, ou junto dos Serviço Municipal de Proteção Civil.

Previsão dos próximos 3 dias: https://fogos.icnf.pt/sgif2010/riscoprint.asp?ddcc=1805

ANEXOS:

Declaração de Situação de Alerta face ao risco de incêndio florestal

Consulte aqui o Aviso à População

Aviso à População n.º 05/2020 | PERIGO DE INCÊNDIO RURAL - Declaração de Situação de Alerta

aviso populaProibição total da utilização de fogo-de-artifício ou outros artefactos pirotécnicos, independentemente da sua forma de combustão, bem como a suspensão das autorizações que tenham sido emitidas

Situação Meteorológica: 

De acordo com a informação disponibilizada pelo IPMA, para os próximos dias, destaca-se a persistência de tempo quente e seco, com intensificação do vento nas terras altas a partir do final de sábado (05SET), realçando-se os seguintes aspetos:

  • Aumento dos valores de temperatura (em especial da temperatura máxima).
  • Valores do índice de Haines elevados (9 a 11) durante a tarde no interior do país, o que indica comportamento errático dos fogos, caso os mesmos ocorram.
  • FFMC (Humidade dos combustíveis finos mortos) com valores elevados (>93) praticamente em todo o território.
  • ISI (Índice de propagação inicial do fogo) com aumento muito significativo em todo o território a partir de dia 6.
  • Humidade relativa do ar (HRA) com valores muito baixos no período diurno e noturno.
  • Vento fraco a moderado (até 30 km/h) do quadrante leste, soprando por vezes forte (até 45 km/h) nas terras altas do Norte e Centro até meio da manhã e a partir do final da tarde.

Efeitos Expectáveis:

Aumento gradual do risco de incêndio em especial nas regiões Norte e Centro. Aumento das dificuldades de supressão dos incêndios rurais.

Continue a leitura

Usamos próprios e cookies de terceiros para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar considera aceitar a nossa política de cookies. Política de Privacidade