• Home
  • NOTÍCIAS
  • > Últimas Notícias

Aviso Amarelo IPMA: Precipitação

Devido à aproximação de uma depressão com expressão nos níveis altos da atmosfera, prevê-se uma alteração das condições meteorológicas até dia 4.

A partir de dia 2 e até ao meio da tarde de dia 4, prevêem-se períodos de chuva ou aguaceiros na generalidade do território, com uma probabilidade de ocorrência superior a 80%, ocasionalmente acompanhados de trovoada, que serão mais frequentes e intensos nas regiões a sul do sistema montanhoso Montejunto-Estela entre o final da tarde de dia 2 e o meio da tarde de dia 3, e nas regiões Norte e Centro, entre a tarde de dia 3 e o final da manhã de dia 4.

A partir de dia 5 e até dia 7 de novembro deverá regressar a influência de um anticiclone com o predomínio do céu pouco nublado ou limpo e descida dos valores da temperatura mínima.

Assim devem ser consideradas as medidas de autoproteção habituais para estas circunstâncias, nomeadamente:
 Garantir a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais e retirada de inertes e outros objetos que possam ser arrastados ou criem obstáculos ao livre escoamento das águas;
 Adotar uma condução defensiva, reduzindo a velocidade e tendo especial cuidado com a possível formação de lençóis de água e gelo nas vias;
 Não atravessar zonas inundadas, de modo a precaver o arrastamento de pessoas ou viaturas para buracos no pavimento ou caixas de esgoto abertas;
 Garantir uma adequada fixação de estruturas soltas, nomeadamente, andaimes, placards e outras estruturas suspensas;
 Ter especial cuidado na circulação e permanência junto de áreas arborizadas, estando atenta para a possibilidade de queda de ramos ou árvores, em virtude de vento mais forte;
 Ter especial cuidado na circulação junto da orla costeira e zonas ribeirinhas historicamente mais vulneráveis a inundações rápidas;
 Estar atento às informações da meteorologia e às indicações da Proteção Civil e Forças de Segurança.

Governo prolonga período crítico de defesa da floresta até 15 de novembro

Foi prolongado o período crítico de incêndios até ao próximo dia 15 de novembro.


Esta decisão governamental tem em conta a provável ausência de precipitação significativa que promoverá a manutenção dos índices de perigo de incêndio em valores superiores aos típicos para a presente altura do ano.
Considerou-se assim ser prudente manter a adoção das medidas e ações especiais de prevenção de incêndios florestais, que decorrem durante o período crítico, no âmbito do Sistema de Defesa da Floresta contra Incêndios, nomeadamente, nos espaços florestais ou agrícolas, é proibido:
• fumar, fazer lume ou fogueiras;
• fazer queimas ou queimadas;
• lançar foguetes e balões de mecha acesa;
• fumigar ou desinfestar apiários, salvo se os fumigadores estiverem equipados com dispositivos de retenção de faúlhas;
• fazer circular tratores, máquinas e veículos de transporte pesados que não possuam extintor, sistema de retenção de faúlhas ou faíscas e tapa chamas nos tubos de escape ou chaminés.

Mais artigos...